Diretora da Polícia Judiciária arguida no caso de desaparecimento de drogas

Partilhar é ajudar!

[Total: 1   Average: 5/5]

A diretora da Polícia Judiciaria (PJ) de São Tomé e Príncipe, Maribel Rocha, foi constituída arguida pelo Ministério Público, na sequência de um processo de desaparecimento de drogas nas instalações da PJ.

No âmbito deste caso foram ainda constituídos arguidos, a secretária da diretora, dois agentes da polícia judiciária e uma encarregada de limpeza.

Os quatro estão sob termo de identidade e residência.

A droga desaparecida faz parte de um lote de 98 cápsulas retiradas do intestino de um cidadão Brasileiro, detido, no ano passado, por agentes da PJ, no aeroporto de São Tomé, vindo de Portugal num voo da Transportadora Aérea Portuguesa (TAP).

Fonte: VOA

Partilhar é ajudar!