Escassez de combustível em São Tomé e Principe

Partilhar é ajudar!

[Total: 1   Average: 5/5]



Ja existem fortes sinais de rotura de estoque de combustível em São Tomé e Principe, o petróleo ja não há em algumas bombas do país.

Há informações que no final desse mês ja não haverá gasolina nas bombas. A causa é a escassez que se verifica agora em angola.

Angola está a braços com uma escassez de combustível que deixou automobilistas parados na estrada, longas filas junto às estações de serviço e muitas peregrinações de bomba em bomba à procura de um líquido que se tornou precioso.


A dificuldade no acesso às divisas atrasou a importação de refinados (de que o país é dependente a 80%), deixou as bombas do país à míngua durante o fim-de-semana e fez disparar o preço do litro da gasolina no mercado paralelo, onde se vendia a 500 kwanzas (1,36 euros) aquilo que habitualmente custa 160 kwanzas (0,43 euros).

O Presidente angolano, João Lourenço, está “agastado” com a crise de combustíveis em Angola, disse esta terça-feira fonte oficial à agência Lusa. João Lourenço admitiu esta terça-feira que a “falta de diálogo” entre a petrolífera estatal Sonangol e o Governo “contribuiu negativamente” para o processo de importação de combustíveis e consequente escassez do produto no mercado em todo o país.


Partilhar é ajudar!