Segundo os EUA, mortes provocada pelas autoridades e violência doméstica são principais problemas a nível de Direitos Humanos em STP

Partilhar é ajudar!

[Total: 1   Average: 5/5]




Uso excessivo da força, mortes provocadas pelas autoridades e a violência doméstica são os problemas que São Tomé e Príncipe enfrenta atualmente a nível dos direitos humanos, segundo um relatório publicado pelos Estados Unidos da América (EUA).

O relatório anual dos direitos humanos, divulgado hoje pelo Departamento de Estado norte-americano, concluiu que a impunidade das autoridades que cometem violações dos direitos humanos permanece motivo de preocupação em São Tomé e Príncipe.




“Enquanto o Governo fez alguns passos para investigar e processar responsáveis que cometeram abusos, as autoridades raramente puniram esses responsáveis, e a impunidade foi um problema”, lê-se no documento hoje divulgado sobre o país de língua portuguesa da África Ocidental.

Levi Nazaré revela os podres de Patrice Trovoada.

“Existiram amplos relatos”, mas sem dados de processos judiciais ou julgamentos sobre violência doméstica, escreve o departamento de Estado, destacando a violência aplicada sobre as mulheres e a sua desinformação sobre os direitos pessoais.

A situação é positiva nos direitos de viagens, promoção de eventos culturais e liberdade académica e não existem problemas relatados em capítulos como tráfico humano.


Notícia em: Observador

Partilhar é ajudar!