Patrice Trovoada antecipa-se para prevenir a “BOMBA” que será o resultado das eleições na segunda feira

Partilhar é ajudar!

[Total: 0   Average: 0/5]

De acordo com a lei eleitoral a assembleia de apuramentos gerais terá lugar na segunda feira ( oitavo dia após a votação) as nove horas e em principio até o final do dia os santomenses ficaram a saber os resultados definitivo das eleições de 7 de Outubro.

De acordo com a lei 11/90 Lei eleitoral a assembleia de apuramentos geral é composta por:

Artigo 154.º
Composição e constituição

1. A assembleia de apuramento geral é composta por:

a) O Presidente do Supremo Tribunal de Justiça;

b) Dois juízes desse Tribunal;

c) Três professores de matemática, designados pelo Ministério da Educação;

d) O secretário do Supremo Tribunal de Justiça, que secretariará sem voto.

Esta mesma assembleia tem como ordem de trabalho:

Artigo 156.º Conteúdo do apuramento


O apuramento geral consiste:

a) Na verificação do número total de eleitores inscritos;

b) Na verificação dos números totais de votantes e de não votantes na área a que se reporte o apuramento, com as respectivas percentagens relativamente ao número total de inscritos;

c) Na verificação dos números totais de votos em branco, de votos nulos e de votos validamente expressos, com as respectivas percentagens relativamente ao número total de votantes;

d) Na verificação dos números totais dos votos obtidos por cada candidatura e, se for caso disso, também por cada coligação de candidaturas, com as respectivas percentagens relativamente ao número total de votos validamente expressos;

e) Na distribuição dos mandatos obtidos pelas diversas candidaturas;

f) Na determinação dos candidatos eleitos.

Mais uma vez verifica-se um atropelo a constituição por falta de interpretação. É de lamentar que os políticos interpretem a constituição da mesma forma de se interpreta a bíblia, cada um com a sua e como lhes dá mais jeito. A constituição é clara, ” Verificação do NÚMERO de votos nulos e brancos, não a verificação do voto em si. Não é preciso estudar direito para se perceber isso.

Como o Presidente do ADI já sabe os resultados das eleições está a tentar encontrar solução para prevenir a reacção dos populares que não será boa.

Nesse sentido as forças policiais, mas uma vez ao serviço do Presidente do ADI, emitiram um comunicado proibindo aos populares de se manifestarem contra a “BOMBA” que será o resultado destas eleições.

O presidente do ADI está desesperado a procura de mais um ou dois deputados porque sabe que se não conseguir será escorraçado do posto de primeiro ministro, por isso os votos nulos devem ter lhe dado mais deputados, por isso está a tentar precaver a confusão que se vai instalar depois do anúncio dos resultados.

Partilhar é ajudar!